Grupo Estrutura do Viver

Saiba como deixar para trás o medo de morrer

Palpitações, sudorese, tremores, sensação de falta de ar. Todos esses sintomas estão ligados ao medo, algo que está atrelado ao nosso dia a dia. Vivemos cercados de perigos, por menores que sejam, e precisamos nos acostumar com possíveis empecilhos.

Porém, existem aquelas pessoas que possuem um medo com uma capacidade muito maior. O medo da morte é muito comum e pode ser produto de algum trauma do passado. Essas pessoas, normalmente, vivem amedrontadas e passam a ter medo do que está por vir. Afinal, a única certeza que temos na vida é que um dia a morte chega para todos.

O medo da morte tem um nome: tanatofobia. O medo do desconhecido e da perda é muito presente na vida das pessoas que possuem a tanatofobia. Por isso, é primordial conhecê-la, saber seus tratamentos e dicas que aliviem o medo de morrer. Confira nosso texto e saiba mais sobre o assunto.

Tanatofobia: o que é?

A tanatofobia age de modo desagradável para quem a tem na sua rotina diária. O medo do desconhecido e do futuro é real! Ela pode se tornar um problema psicológico com o passar do tempo e agravar a situação para algo sem controle, caso não haja atitude das pessoas de extinguir a tanatofobia.

A tanatofobia é, em uma explicação simples, o medo da morte. Esse medo pode estar ligado à “repulsa” por coisas mortas, produto de algum trauma da vida, problemas físicos ou emocionais, como a ansiedade.

Essa fobia pode ter complicações mais difíceis com o passar do tempo, principalmente na socialização e na profissão de quem a porta. A ansiedade, por exemplo, pode se tornar descontrolada e aumentar com o passar do tempo, já que essa fobia deixa as pessoas em um estado de medo do que está por vir, sempre em atenção, podendo evoluir para crises de pânico.

Os tanatofóbicos podem adquirir um nível severo de obsessão à morte, evitando qualquer assunto que esteja relacionado à túmulos, enterros, velórios, etc. Durante a pandemia, por exemplo, pode existir a necessidade de se enclausurar com medo da doença, já que ninguém sabe quem pode não aguentar as consequências e falecer.

Quais os sintomas da tanatofobia?

Existem diversos sintomas da tanatofobia. Alguns deles são:

  • Frequência cardíaca muito mais rápida do que o normal;
  • Dificuldade de respirar;
  • Sudorese;
  • Enjoo;
  • Falta de controle emocional e de ações;

É imprescindível ter a consciência de que esse medo avassalador tem tratamento e pode ser feito através de acompanhamentos psicológicos e/ou psiquiátricos. É necessário ter a mente aberta para conseguir passar pelo processo de forma branda e sucinta, afinal, é preciso conhecer outros modos de viver.

A diferença entre o medo de morrer e a tanatofobia

É preciso salientar que o medo de morrer é diferente da tanatofobia. O medo mais normal da morte tem haver com algo com mais facilidade de encontrar solução, já que nós mesmos conseguimos fazer algumas coisas no dia a dia que ajudam a inibir esse medo.

A morte precisa ser tratada como algo natural, um assunto normal entre as pessoas. Ela nos ensina, nos aproxima e nos faz ter mais empatia pelo próximo. Enxergar que precisamos tomar algumas ações essenciais para seguir a vida da melhor forma é algo bom, não é preciso medo.

Portanto, a tanatofobia necessita de um auxílio com profissionais da saúde para ser solucionada, enquanto o medo natural da morte pode ser evitado com a ressignificação dela. Ter consciência de que uma não se parece com a outra é muito importante para não haver um equívoco e passarmos a entender como nossas ações podem ajudar nesses momentos.

Como superar o medo de morrer

O que causa o medo da morte? Esse é o primeiro passo para entender como podemos solucionar esse problema. É o medo de como irá morrer? Para onde você irá depois de sua passagem na terra? O que irá acontecer? Você pode utilizar essas perguntas para responder em uma folha de papel e escrever seus sentimentos quanto a esse acontecimento.

Deixar de lado o que não pode ser controlado é algo que melhora a ansiedade, pois, dessa forma, entendemos que não se pode focar em algo que está fora do alcance. Por mais assustador que a morte pareça ser, pensar que ela está chegando pode atrapalhar muito seu dia a dia. Elimine pensamentos que podem limitar sua rotina e alterá-la para algo ruim. Siga com a sua vida!

Muitas vezes o medo de morrer está atrelado à família, com pensamentos parecidos com “como minha família ficará depois da minha morte?”. Contratar um plano funerário de qualidade pode ser uma solução para esse medo.

Na Estrutura do Viver, existem diversos planos que podem assegurar as pessoas que ama e quer bem. O plano familiar é um dos planos de assistência funeral que deixa a família livre de problemas futuros e sem preocupações do que poderá vir. Em caso de óbito na família, todos poderão contar com um atendimento humanizado e que permite que as pessoas passem pelo momento de forma tranquila.Por isso, se você deseja ter paz para viver bem, contrate um bom plano funerário. Estamos à disposição para esclarecer suas dúvidas e ajudar a entender como tudo funciona. Nos contate pelo site e nos siga no Facebook e Instagram para saber mais.

Se inscrever
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x
()
x